Gatos

 

Cavaloss

 
Os Cães:

O homem domesticou o cão desde a pré-história. Essa união, que perdura até os dias atuais, foi estabelecida sem que houvesse qualquer resistência por parte do cão, que em troca de sua subordinação e fidelidade espera de seu companheiro humano apenas amor.
Quem possui um cachorro sabe como é benéfica e prazerosa a convivência com esse animal dócil, obediente e brincalhão. Realmente, não foi à toa que o cão recebeu o título de melhor amigo do homem.

Origem:

Os cães, bem como os lobos, as raposas e os chacais descendem de uma família de animais predadores, os Canídeos. A família dos cães, Canis familiaris, deriva do Miacis, carnívoro que viveu há cerca de 50 milhões de anos atrás. Porém, acredita-se que o Tomarctus, animal parecido com a raposa que surgiu há aproximadamente 35 milhões de anos, seja provavelmente o ancestral primitivo dos cães. Hoje sabe-se que o ancestral mais próximo dos cães é o lobo.

Cuidados básicos:

Ter um cão é um ato de extrema responsabilidade, uma vez que o animal vive em média doze anos ou mais e necessitará durante todo este tempo de cuidados como abrigo, alimentação adequada, vemifugação e vacinação periódicas, higiene e assistência veterinária sempre que preciso. Mais que isso: um cãozinho carece de muita atenção e amor. Sendo assim, antes de adquirir um cão avalie se realmente você terá disponibilidade para cuidar dele. Verifique se sua família também está disposta a receber um novo companheiro. Todas estas precauções evitam que no futuro mais um animal seja abandonado. Lembre-se que infelizmente já há muitos cães abandonados nas ruas, expostos a todo tipo de crueldade e acidentes, inclusive, sujeitos a serem capturados e sacrificados. Portanto, só adquira um cão se tiver certeza de que vai poder cuidar dele.

Se após refletir sobre a responsabilidade de ter um cãozinho você realmente deseja um, aí vão algumas dicas:

- Se você quer ter um cão de porte grande verifique se sua residência é de tamanho suficiente para ele;

- Registre seu cão no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) ou em clínicas veterinárias credenciadas e não se esqueça de afixar a plaqueta com o respectivo número de RGA (Lei Municipal nº 13.131/01 – Lei da Propriedade Responsável de autoria do Vereador Roberto Tripoli) na coleira. O registro facilita a localização do proprietário no caso de extravio do animal;

- Sempre leve seu cão para passear pois ele precisa se exercitar e tomar sol.

- Cães devem sempre usar coleira e guia quando saírem na rua;

- Recolha as fezes de seu cão das áreas públicas. Assim você evita sujeira e previne doenças;

- Mantenha sempre à disposição de seu cão ração adequada e água fresca e limpa;

- Ofereça um local para seu cão dormir e onde possa ficar abrigado do sol, do vento e da chuva;

- Mantenha seu cão dentro dos limites de sua residência;

- Jamais deixe seu cão preso em espaços exíguos ou em correntes;

- Eduque seu cão com carinho e paciência;

- Nunca grite ou bata em seu cão;

- Fique atento à saúde de seu cão. Leve-o ao veterinário periodicamente para vacinas, vermifugação e outros cuidados;

- Esterilize seu cão, desta forma você evita doenças, previne crias indesejadas e o abandono de animais;

- Os cães são muito ativos e brincalhões, por isso reserve um tempo para brincar com o seu;

- Dê muito amor ao seu cão e receberá em troca lealdade e gratidão para sempre.

Asseio e outros cuidados:

Os cães não suam e portanto não necessitam de banho freqüente. Basta um banho a cada 15 dias. O ideal é que o banho seja dado em dias quentes. Não se esqueça também de proteger os ouvidos e os olhos de seu cachorro durante o banho e de utilizar água morna.

É importante lembrar que filhotes devem tomar banho somente depois do quarto mês de vida.

Procure escovar seu cão sempre que possível. Assim você eliminará pêlos mortos e sujeira.

Examine os ouvidos e as orelhas de seu cão a fim de verificar a existência de sujeira ou eventual infecção. Para limpar as orelhas utilize um cotonete com cuidado.

Limpe manchas e secreções dos olhos. Examine se não há alguma inflamação.

Procure escovar os dentes de seu cão (existe no mercado creme dental e escova especiais para isso) para evitar o aparecimento de tártaro.

Mantenha seu quintal sempre limpo. Porém, evite produtos de limpeza que possam causar alergias ou intoxicação.

Saúde:

Vermifugação: Os vermes são parasitas internos que podem causar doenças em seu cão. Por isso, desde filhote (a partir de 45 dias de idade) seu cachorro deverá receber a primeira dose de vermífugo, que precisará ser novamente ministrada após 15 dias.
Cães adultos deverão ser vermifugados a cada seis meses.

Vacinação: Seu cão deve ser vacinado anualmente. Deste modo você evita que seu amiguinho adoeça.

Já aos dois meses de idade seu cão deverá receber a primeira dose da vacina V8, que o protegerá de doenças sérias como cinomose, parvovirose, leptospirose, parainfluenza, coronavirose e hepatite. Aos três meses de idade seu cão deverá receber o reforço da V8. Finalmente, aos quatro meses, seu cão deverá receber mais uma vez o reforço da V8 e ainda ser vacinado com a primeira dose contra a raiva. Depois de completar um ano de idade seu cachorro deve ser revacinado anualmente.

Pulgas e carrapatos: As pulgas e os carrapatos são parasitas que podem transmitir doenças ao seu animalzinho de estimação. Atualmente há no mercado produtos específicos e eficazes para eliminar esses parasitas. Consulte um veterinário e ele indicará a opção mais adequada para o seu cão.

No mais, observe atentamente seu cão. Se você verificar alguma reação física ou comportamento anormal, leve-o ao veterinário. Esta é a melhor forma de prevenir e detectar doenças.

“Ninguém pode se queixar da falta de um amigo, podendo ter um cão.” – Marquês de Maricá

Fontes: Cães: Guia Prático – Ed. Nobel
Site www.programasaudedoanimal.ig.com.br

Viajando com seu animal para o Exterior

É preciso programar com antecedência uma viagem levando o animal de estimação (cão ou gato) pois existem algumas regras para o transporte que devem ser seguidas. Veja em detalhes no portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento:


“O menino que sofrer e se indignar diante dos maus tratos infligidos aos animais, será bom e generoso com os homens.”
Benjamin Franklin.